February 20, 2020

February 18, 2020

February 17, 2020

Please reload

Recent Posts

Dúvidas sobre Sarampo e Meningite

September 3, 2019

1/2
Please reload

Featured Posts

Meu bebê precisa de vitamina D ?

 

É muito comum a dúvida dos pais em relação à utilização de vitaminas em bebês, tais como a vitamina D, suplementos de ferro ou polivitamínicos. Estes medicamentos são amplamente utilizados, e sua indicação depende de uma série de fatores, como por exemplo o peso de nascimento, a idade gestacional e a alimentação do bebê.

Recentemente nos deparamos com uma grande divulgação da mídia em relação ao uso de vitamina D. A vitamina D é produzida na pele através da ação do sol (raios ultravioletas – UVB), e pode ser encontrado em alguns alimentos como óleo de fígado de peixe, peixes como sardinha, atum e salmão, gema de ovo e fígado. Bebês que mamam só leite materno e que não tenham exposição solar adequada, e bebês de pele escura, têm risco maior de desenvolver carência de vitamina D. Nestes casos, a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda a suplementação nas seguintes doses:

- 7 dias até 12 meses de vida: 400 UI de vitamina D.

- 12 e 24 meses de vida: 600 UI de vitamina D.

Lembrando que as fórmulas infantis possuem aproximadamente 400 UI vitamina D por litro, enquanto que o leite materno cerca de 22 UI de vitamina D por litro apenas.

A exposição solar diária (sem filtro solar) considerada adequada para dispensar a suplementação de vitamina D depende da cor da pele, da época do ano, da área corporal exposta ao sol e da hora de exposição. Para se ter uma idéia, no verão, com exposição de face, mãos e braços, é necessário aproximadamente o seguinte tempo de exposição solar diária:

 - 09 da manhã: 7,5 minutos (pele mais clara) a 15 minutos (pele mais escura)

 - Meio dia: 3 minutos (pele mais clara) a 6 minutos (pele mais escura)

 - 04 da tarde: 12 minutos (pele mais clara) a 24 minutos (pele mais escura)

Entretanto o Comitê de Dermatologia da Sociedade Mineira de Pediatria recomenda se evitar a exposição solar entre 10 e 16 horas. E o tempo exato é muito difícil de ser precisado, devido à variação na cor da pele dos bebês, e à variação da superfície corporal exposta ao sol no dia a dia.

Deve-se lembrar que no nosso meio temos alta incidência de raios UVB, e que a exposição a estes raios acelera o envelhecimento da pele e aumenta a incidência de câncer de pele a longo prazo. Em resumo, a suplementação de vitamina D deve ser individualizada, baseada na avaliação feita pelo pediatra nas consultas de controle, lembrando que para alguns bebês ela não será necessária.

 

 

 

 

 

 

Please reload

Follow Us
Please reload

Search By Tags